Novidades

NOVAS IDEIAS EM APARATOLOGIA 13/01/2015

Descruzador Anterior Esquelético de Ramos


Uma ideia simples e prática indicada nos casos de classe I com mordida cruzada anterior de bateria de incisivos de 4x4. Utiliza-se um parafuso de Hyrax posicionado no sentido sagital o mais próximo do palato. A ancoragem posterior é reforçada visto que são utilizados todos os dentes posteriores como ancoragem para descruzar a bateria de incisivos.

Ativa-se 1⁄4 de volta de 5 em 5 dias promovendo uma força suave dentoalveolar no sentido sagital.

Atenção maior deve ser tomada em relação ao planejamento para tal descruzamento; não é aconselhável mover os dentes mais que 5 mm neste sentido.

 

Travas de resina fotopolimerizável devem ser feitas acima dos braços guias evitando que os mesmos deslizem pela palatina dos incisivos, inclinando-os . É muito importante que esses braços guias sejam confeccionados o mais próximo do centro de resistência dos incisivos, ou seja, o mais próximo da cervical palatina, garantindo assim um movimento corpóreo.

 

 

Se preferir, os primeiros pré-molares podem ser bandados já que quando não for possível fazer tal procedimento, ganchos circunferenciais podem substituir as bandas desde que os mesmos sejam estabilizados com resina fotopolimerizável por vestibular.

 

A liberação para o descruzamento dos incisivos é feita através de uma plataforma metálica posicionada sobre os incisivos inferiores. A plataforma nada mais é do que um Equiplan com escudo de Bimler escamoteável, adaptado aos tubos auxiliares das bandas dos primeiros molares permanentes inferiores.

 

 

 

 

 

Este acessório deve ser utilizado por período integral e removido somente para alimentação ou prática de esportes. Após o descruzamento dos incisivos, o uso do mesmo deve ser interrompido.