Novidades

NOVAS IDEIAS EM APARATOLOGIA 14/01/2015

Tracionador Reverso de Ramos


 

Tracionador Reverso de Ramos

Pensando no problema estético ocasionador da não colaboração, vários nomes da ortodontia mundial desenvolveram aparelhos e técnicas alternativas para realizar a tração reversa da maxila dispensando o uso da máscara facial de Petit ou Delaire.

Em 2010 um grupo de ortodontistas responsáveis pela disciplina de ortodontia da universidade de Genebra-Suíça apresentaram uma técnica alternativa através de dispositivos temporários de ancoragem (mini placas) associados a forças de elásticos intermaxilares para realizar o tracionamento reverso da maxila.

 

 

 

Embora seja uma técnica invasiva em relação a máscara, promove uma ação sem efeitos dentoalveolares indesejáveis.

 

Aparelho Arco Tracionador Tandem

Dr Klempner norte americano professor titular de ortodontia na universidade de Nova York, desenvolveu o aparelho Tandem para tração reversa com uma proposta mais estética e tão funcional quanto a máscara facial.

Com mesma proposta da máscara, o arco tracionador encaixa-se na mandibular realizando o tracionamento reverso maxilar através da ação mecânica dos elásticos intermaxilares de forma muito estética quando comparado ao uso da máscara de Petit ou Delaire. 

 

 Tracionador Reverso de Ramos

Inspirado nas ideias mencionadas anteriormente, José Roberto Ramos desenvolveu um arco de tração reversa maxilar com uma plataforma metálica que libera a mordida cruzada anterior e potencializa o efeito da ação mecânica dos elásticos intermaxilares.

 

 

O conjunto metálico envolve o seguimento anterior inferior estendendo-se até os molares. Esta forma de ancoragem de certa forma poderia lingualizar os incisivos inferiores, porém um arco lingual se faz presente nesta unidade de ancoragem de forma fixa inibindo esta ação indesejada.

Base anterior metálica elaborada com os elementos escudo e equiplan de Bimler.

O arco tracionador reverso com ganchos é escamoteável permitindo a higienização rotineira.

A base superior é constituída por um disjuntor palatino com ganchos vestibulares.

É muito importante que os ganchos estejam nivelados visando uma ação mecânica o mais próximo do centro de resistência maxilar.